Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

E AGORA ??

O MUNDO VISTO PELOS MEUS OLHOS

O AVIÃO QUE ENGANOU A TECNOLOGIA

por ARMANDO CORREIA, em 08.04.14

 

 

Sou daquelas pessoas que acredita piamente na tecnologia, sou daquelas pessoas que passa horas a ver as novidades tecnológicas, desde smartphones até aos desenvolvimentos do mundo automóvel, mas também sou daquelas pessoas que acha estupido alguém vir anunciar que coloca um QR CODE num carro quando mais de 50% da população nem sabe o que isso é ou para que serve.

Passo horas a ver documentários sobre os locais mais reconditos do mundo, sobre florestas impenetráveis e oceanos sem fim.

Acredito piamente que tudo é controlado com Googles, Facebooks e afins.

Isto tudo para dizer que tenho acompanhado o desaparecimento do avião da malaysian airlines e que tudo aquilo em que acredito, todo este desenvolvimento parece ter uma brecha, ilustraria a situação da seguinte forma, imaginem um balde onde colocamos água e não vemos nada partido, mas quando o enchemos a água desaparece por uma brecha invisivel ( já vos aconteceu concerteza ).

Pois é, aparentemente toda a junção da tecnologia existente desde radares, sonares, e outros sistemas afins tem sido em vão, ou seja foi descoberta a "brecha" que afinal existe nos vários sistemas de informação e que permitiu o desaparecimento do avião.

Por outro lado esta historia vem confirmar  que existem pontos do globo de acesso quase impossivel de tão distantes que são, acaba por parecer quase uma história de Júlio Verne, afinal o oceano ainda tem segredos por desvendar, locais raramente explorados.

Esta história faz-me pensar que o homem com a todo o desenvolvimento tecnológico dos últimos anos, ainda pode ser surpreendido pela natureza que já julga dominar na totalidade, isto vem aumentar o cepticismo que devemos ter ainda hoje quando testamos novos sistemas.

Já tinha pensado neste assunto quando foi discutido o sistema de segurança dos comboios espanhóis aquando do descarrilamento do comboio em Santiago, mas desta vez é ainda mais flagrante que os sistemas de informação e segurança são faliveis.

A questão coloca-se ainda de outra forma, mesmo que um dia se encontre o avião, como se vai retirar das águas???