Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

E AGORA ??

O MUNDO VISTO PELOS MEUS OLHOS

JÁ É TÃO TARDE PARA ME DESPEDIR DE TI

por ARMANDO CORREIA, em 06.07.17

Sinto que é quase ridiculo escrever estas palavras, mas acontecem coisas na nossa vida que nos fazem repensar sériamente o nosso caminho.

Foste a minha melhor amiga na adolescência, aquela que estava sempre lá, aquela que nunca falhava, aquela com quem passava os meus tempos livres, a porta da tua casa, na altura a casa dos teus pais, estava sempre aberta para mim.

Depois a vida levou o seu rumo, e cada um seguiu o seu caminho, e na minha mente estavas bem, durante todos estes anos lembrei-me de ti tantas e tantas vezes e simplesmente achava que estavas bem, porque merecias estar bem, a última vez que te vi foi há uns 9 anos e desde ai sentia saudades mas o tempo nunca chegava para nos encontrarmos, para conversar, o tempo, o tempo que não temos nesta lufa lufa do dia-a-dia, nasceram os filhos, a tua e o meu, e eu achava sempre que estarias bem e esses 9 anos passaram.

Ontem numa mera conversa disseram-me que tinhas ido embora, por momentos não quis acreditar, disseram que já tinhas ido há 5 anos atrás.

Por momentos o meu mundo parou, e numa esperança de que fosse um engano procurei outros amigos, até que alguém confirmou a verdade.

Acho que já senti muita dor por muita coisa, mas doeu tanto, custou tanto perceber que não estive contigo durante anos, ainda por cima parece que passaste um mau bocado.

Pela primeira vez continuo a não acreditar, pela primeira vez sinto que não tive hipótese de me despedir e de te agradecer as vezes que estiveste lá para mim, que me acompanhaste nas horas dificeis, e senti-me tão mal, porque eu não estive lá quando precisaste, porque eu nem tive hipótese de me despedir, porque falhei contigo, e senti que não mereci a amizade que durante tantos anos me dedicaste.

E o pior é que sinto que as saudades vão ficar para sempre, nem preciso que ninguêm entenda o que sinto.

Obrigado e desculpa onde estiveres, pela minha ausência.

Um dia nos encontraremos no céu.