Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

E AGORA ??

O MUNDO VISTO PELOS MEUS OLHOS

DEAD COMBO NA BANDA SONORA DO FILME FOCUS COM WILL SMITH

por ARMANDO CORREIA, em 20.05.15

DEAD.jpgO Grupo Musical português DEAD COMBO faz história ao inserir dois temas no novo filme de will smith FOCUS.

Lisboa Mulata e Rumbero são os dois temas que se podem ouvir durante o filme.

No filme, excelente, diga-se de passagem, will smith encarna o papel de um vigarista moderno, ligado a todas as tecnologias possiveis para o exercicio da vigarice que se torna mentor de uma jovem que deseja conhecer os truques da profissão, papel interpretado por Margot Robbie, a actriz de O Lobo de Wall Street.

As coisas tomam um rumo diferente quando os dois se envolvem romanticamente, neste filme entra ainda o brasileiro Rodrigo Santoro, o filme acaba por ser a prova de que sons e pessoas oriundas de paises de lingua portuguesa, podem fazer a diferença.

A Sonoridade dos DEAD COMBO não passa despercebida aos portugueses durante o filme.

Um filme a não perder.

Aqui ficam os temas dos DEAD COMBO e o trailer do filme.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O POLICIA QUE ESTRAGOU A FESTA.

por ARMANDO CORREIA, em 18.05.15

JN.jpgFOTO JORNAL DE NOTICIAS

 

Sou Benfiquista, mas como sempre acho inadmissível as cenas de violência que decorrem deste tipo de jogos, sejam eles de que clube forem.

Para mim a festa estragou-se imediatamente á divulgação das imagens de um pai agredido e detido em frente aos filhos pouco depois do jogo entre o Benfica e o Vitória de Guimarães, e curiosamente ontem fiquei com a sensação de que as cenas de pugilato entre policia e adeptos varia consoante a pessoa que está é frente das operações da PSP, se repararam ontem a PSP começou imediatamente com cargas policiais e afins, terminando naquela vergonha no Marquês de Pombal, ora analisando as coisas podemos verificar que já existiram jogos de risco muito mais elevado que correram bem como um policiamento organizado e pacifico, e outros em que parece que a policia já parte para a operação de segurança com ordens de " abater ".

Mas aquilo que é lamentável é que um Cidadão munido de uma farda, se ache no direito de agredir um pai em frente aos seus dois filhos, pelo poder que lhe é conferido pelo uso de uma farda, esse senhor deveria ter vergonha na cara, e pensar nas crianças que ainda por cima foram agarradas ( protegidas ) como dizem os senhores agentes por outros policias.

Quase que tenho a certeza que a comunicação que vai ser feita pela PSP vai deixar tudo em águas de bacalhau, como se se tratasse da coisa mais banal do mundo, sendo a culpa do mexilhão como sempre, só porque os senhores de bastão e escudo se acham o " Capitão América ".

São estas as forças a quem pagamos para nos proteger, as mesmas que se conseguem dentro da própria instituição nas escadas da Assembleia da Republica, as mesmas que querem que lhe sejam reconhecidos pelo cidadão comum, direitos como subsidio de risco e afins, será que o policia em questão tem filhos?

Não ponho em causa nem questiono a actuação da policia nos restantes cenários do dia de ontem, agora aquilo que acho inadmissível, vergonhosos e asqueroso, é ver um agente da autoridade agredir um pai de família que foi com os filhos ao futebol, independentemente daquilo que o cidadão possa ter dito, se o senhor agente não consegue suportar a pressão psicológica de meia dúzia de palavras, não serve para a função que desempenha e devia vir a público pedir desculpa.

 

VIOLENCIA NA FIGUEIRA GERA VIOLENCIA NA REDE

por ARMANDO CORREIA, em 14.05.15

RR.jpgAssisti como todos os portugueses ás noticias de um jovem que foi agredido na Figueira da Foz, e rapidamente figuras sociais vieram a público mostrar a sua indignação sobre o ocorrido, o Ministério Público apressou-se a dizer que estava a investigar.

Honestamente tentei passar um pouco ao lado do assunto, mas é literalmente impossivel a partir do momento em que se usa uma rede social, a uma velocidade estonteante sucederam-se na rede apelos á vingança, incluindo cartazes de " wanted " com a fotografia das miúdas, e isso sim é que me assusta porque se verifica que existem milhares de pessoas precisamente iguais áquelas que perpretaram o ataque ao jovem, e em menos de nada as redes sociais incendeiam-se e tornam-se constantes " bips" de incentivo á violência.

Alás aquilo que verdadeiramente me choca é que as redes sociais estão a tornar-se verdadeiras cópias do velho jornal " o crime " onde é possivel encontram relatos de quase todas as desgraças que infelizmente grassam por esse mundo fora, e derrepente começamos a sentir que o mundo que nós não conheciamos assim tão bem que fica ali ao lado da nossa cidade afinal está cheio de coisas horrendas e ediondas e por momentos temos medo, medo da imagem que começamos a criar do nosso mundo.

Mas afinal uma grande parte de nós, pelo menos aqueles que rapidamente se atiram ás redes sociais para exigir vinganças, são exactamente iguais aos participantes daquele video infeliz, e honestamente é quase necessária uma força herculea para mantermos a destreza e a frieza para nos mantermos calmos e serenos e tentarmos manter a cabeça á tona deste rio de violencia.